Endereço de Paz (2)

    Incompreensões te envolvem a estrada, dificultando-te os passos...
    Paciência e coragem.

    Desgostos francamente inesperados aparecem-te de súbito...
    Coragem e paciência.

    Notícias fulminantes esfogueiam-te os ouvidos...
    Paciência e coragem.

    Enfermidades sitiam-te a casa, conturbando-te a vida...
    Coragem e paciência.

    Surpresas amargas te procuram, às vezes, por dentro do próprio lar...
    Paciência e coragem.

    Entes queridos se te transformam em aflitivos problemas.
    Paciência e coragem.

    Conflitos e tentações assomam-te ao pensamento, ameaçando-te a consciência tranqüila...
    Coragem e paciência.

    Sejam quais forem os obstáculos que te desafiem, aciona essas duas alavancas da paz, porque a coragem te manterá o coração ligado à no Divino Poder que nos rege os dias e a paciência é a luz da esperança que nasce de nós, assegurando-nos a vitória sobre nós mesmos nas lutas edificantes do dia-a-dia.

    Se você não consegue evitar a irritação, use o silêncio.

    Os defeitos mais arraigados são aqueles que tomamos à feição de qualidades.

    É preciso discernir:
    apresentação e vaidade;
    brio e orgulho;
    serenidade e indiferença;
    correção e frieza;
    humildade e subserviência;
    fortaleza e segurança de coração.

    Quando algum sentimento nos induzir a parecer melhor ou mais forte que os outros, é chegado o momento de procurar a nossa própria realidade, para desistir da ilusão.

    De que serve a felicidade dos felizes quando não diminui a infelicidade dos felizes quando não diminui a infelicidade dos que se sentem menos felizes?

    Nunca se diga inútil nos mecanismo da vida.

    Quando você estiver à beira da inconformação, conte as bênçãos que já terá recebido.

    Riqueza, nas essências, é o aproveitamento real das oportunidades que a vida nos oferece em nome do Senhor.

    Não esmoreça, ante os obstáculos do caminho de elevação.

    Ninguém foge aos princípios de causa e efeito, mas ninguém está privado da liberdade de renovar o próprio caminho, renovando a si mesmo.

    Cada um de nós onde se encontre agora permanece em meio da colheita daquilo que plantou, com a possibilidade de efetuar novas sementeiras.

    Em nossas próprias tendências de hoje será possível entrar no conhecimento do que fazíamos ontem.

    Achamo-nos todos presentemente no lugar certo, com as criaturas certas e com as obrigações exatas, a fim de realizarmos o melhor ao nosso alcance.


    A+ | A- | Imprimir | Envie para um(a) amigo(a) | Mensagem Anterior | Posterior | Ouça o conteudo



    Acesse todas as Mensagens