Pelo sexto ano consecutivo aconteceu o Encontro Amigos da Boa Nova

Em meio a muita emoção, foi realizada durante todo o dia o 6º Encontro Amigos da Boa Nova, neste feriado, dia 21 de abril. Um dia de muita reflexão e amor. Muitos chegaram ao local do evento logo no começo da manhã.

Jether Jacomini Filho deu a palavra de abertura do evento, em seguida foi realizada uma prece do grupo Fraternidade Espírita.

José Carlos De Lucca foi o primeiro a ministrar palestra. Ele fez questão de enfatizar sobre a nossa resistência de deixar a platéia e ir para o palco, ser o protagonista da nossa história. De Lucca contou sobre um personagem que sofreu grave acidente quando criança. Ele foi atingido por uma chama de fogo, que deixou sua face totalmente queimada. Obrigando-o a ficar 14 anos num hospital, passou por 100 cirurgias. Ele vivia um conflito de “Patinho Feio”.

Esse personagem participou de um festival de música, no qual compôs uma música e foi contemplado. Durante esse festival ele participou na platéia, sua música foi premiada, mas diante do conflito que vivia, não tinha coragem de subir ao palco e pronunciar que aquela música era de sua autoria. Então ele teve a iniciativa de romper com o passado e assumiu a vida como deveria ser. Ele subiu ao palco e disse: “Não dá mais para assumir o papel de patinho feio da história”.

Desde então assumiu sua posição, melhorou sua auto-estima e arrumou uma namorada – fechando o ciclo de não conseguir relacionar-se com as pessoas. Hoje ele tem 56 anos, é publicitário, escritor, professor de jornalismo, empresário. “Eu beijei a minha realidade”, afirmou.

No decorrer do evento, colaboradores falaram sobre os programas que eles apresentam.

Suely Caldas Schubert ministrou palestra à respeito dos Ensinamentos de Jesus. “Jesus está nos dando um referencial de amor” – É importante refletir sobre isso. A questão do amar. O que nós estamos vendo é o desamor, muitas vezes até o ódio. Jesus veio nos ensinar o amor. Quem ama cuida”, enfatizou Suely.

A apresentação musical ficou por conta de Paula Zamp e Allan Vilches. O momento foi muito especial, todos ficaram bem envolvidos e emocionados.

A “resiliência” foi exemplificada com uma lição de vida contada por Guaraciara Maia, apresentadora do programa Ciência da Alma. Ela descreveu a profunda tristeza sentida durante toda a sua infância. No momento que foi abandonada por seus pais, e criada por seus avós paternos. Guaraciara disse que grande parte da sua vida viveu muito infeliz, não acreditava num casamento feliz. Casou-se duas vezes, e no segundo matrimônio percebeu: “O casamento realmente existe”. Todos aplaudiram, ao pronunciar essas palavras.

“Se vocês passam por dificuldades, estão doentes, têm filhos drogados, maridos alcoólatras, são filhos de mães prostitutas: libertem-se, confiem em Deus”, ensinou Guaraciara.

Houve, ainda, Nando Garcia, com apresentação musical.

Na seqüência, Del Mar Gonzáles, com acompanhamento ao violão, de Celso Santos, prestou uma linda homenagem ao saudoso Amílcar Del Chiaro, com a música “La Barca”, emocionando a todos.

Vozes Eternas encantou a todos, com as músicas: "Ave Maria", "Benedictus Esse"(Bendito Seja).

Miriam Isabel proferiu palestra sobre a questão da ordem. Explicando passo a passo, a importância dessa organização na vida e no planeta, além de cantar a música “Sonho de Ícaro”, do Biafra.

Adão Nonato agradeceu a todos pelo carinho prestado diante da enfermidade de sua esposa Maria Theresa, e o carinho após o seu desencarne.

Robson Pinheiro falou sobre o “Puritanismo no Espírito”.

O Clube Amigos da Boa Nova não podia faltar, muita música e dança, não teve quem ficasse parado. Crianças e adultos entraram no ritmo de alegria que é o programa.

Até Elvis Presley compareceu na presença do artista Helder, causando grande euforia em todos os presentes. Muitas músicas e dança “rolaram” durante todo o evento.

Plínio Oliveira veio acalmar o coração tão eufórico de todos os participantes. Tocou e cantou, além de transmitir muitas mensagens de paz.

E para encerrar com muita espiritualidade, foi encenado o espetáculo baseado no livro de mesmo nome: “Aconteceu na Casa Espírita”, deixando uma grande mensagem de paz ,amor e vigilância entre os trabalhadores da casa espírita, como processo de resistir aos ataques das forças involutivas.


Fonte: jornalismo RBN



A+ | A- | Notícia Anterior | Posterior

Datas Importantes do Espiritismo

FEVEREIRO

Dia 01 de 1834
Nasce Francisco Leite de Bittencourt Sampaio, em Laranjeiras, Sergipe. Desencarna no Rio de Janeiro, RJ, a 10 de outubro de 1895
Dia 01 de 1841
Nasce em Buffalo, EUA, o médium de efeitos físicos William Henry Davenport
Dia 01 de 1856
Nasce Anália Emília Franco, em Resende, RJ. Desencarna a 20 de janeiro de 1919, em São Paulo, SP.
Dia 01 de 1905
Nasce em Pacatuba, Ceará, Francisco Peixoto Lins, o Peixotinho, notável médium de efeitos físicos. Conhecido, especialmente, pelas materializações luminosas.
Dia 02 de 1882
Nasce Romeu do Amaral Camargo, na cidade de Rio Claro, SP. Desencarna a 10 de dezembro de 1948.
Dia 02 de 1985
Em Araras, SP, desencarna Genny Villas Boas Mercatelli, fundadora do Hospital Psiquiátrico Antônio Luiz Sayão. Nascida em Santa Rita do Passa Quatro, SP, em 10 de fevereiro de 1911.
Dia 02 de 1990
Divaldo Pereira Franco concede entrevista de 20 minutos à Rádio Universitária de San Juan, em Porto Rico.
Dia 03 de 1955
Desencarna Camilo Rodrigues Chaves, Presidente da União Espírita Mineira. Nascido em Campo Belo da Prata, hoje Campina Verde, no Triângulo Mineiro, a 28 de julho de 1884.
Dia 03 de 1982
Divaldo Pereira Franco concede entrevista de 2 horas à Rádio Cadena Az... Saiba mais...