Vozes do Consolador

    O vós que andais à espera da ventura,
    O coração cruciado de amargores,
    Aluviões de peitos sofredores
    Sobre a Terra, na estrada negra e dura

    Tolerai vosso dia de tortura,
    Pois nos cadinhos purificadores
    Dos caminhos da penas e das dores,
    A de todo o espírito se apura!...

    Chorai na vossa senda de esperança,
    Na ânsia de amor, de paz e de bonança,
    Entre os sonhos das noites dolorosas.

    Chorai que as vossas lágrimas divinas
    São clarões de alvoradas peregrinas,
    Estrelando as estradas tenebrosas.


    A+ | A- | Imprimir | Envie para um(a) amigo(a) | Mensagem Anterior | Posterior | Ouça o conteudo



    Acesse todas as Mensagens