Participe do Ato Público em Defesa da Vida

A vida humana é um direito natural anterior ao Estado, que o deve reconhecer como direito fundamental. Por isso, sua garantia é a consagração da própria democracia. Não se trata de direito constituído pelo Estado e, portanto, nenhum grupo social poderá decidir quando outros devem morrer. É ainda um direito inquestionável conforme preceitua o art. 5º da Constituição Federal e garantido desde a concepção de acordo com o art. 2º do Código Civil Brasileiro.

Os renomados embriologistas Moore e Persaud, há muito tem demonstrado que a vida se inicia com a união entre óvulo e espermatozóide, quando se constitui um patrimônio genético humano único com a potencialidade para trilhar a jornada zigoto – embrião – feto – bebê – criança – jovem – adulto – idoso. Se esta não for interrompida.

Sabemos que sete semanas após a concepção já existe a presença de endorfinas circulantes no organismo do embrião, indicando que os sistemas endócrino e imunológico – que constituem partes vitais de um sistema de intercomunicação – estão se desenvolvendo e funcionando mais rapidamente que o cérebro. A primeira indicação de um sistema visual aparece depois de um mês de gestação e, ao final do primeiro trimestre, os olhos do bebê têm todos os componentes essências.

A arquitetura básica para a percepção através do tato está bem formada na décima quinta semana de gestação e com 22 a 24 semanas, observou-se que os fetos respondem a estímulos sonoros inaudíveis às suas mães.

Inúmeros cientistas vêm estudando o psiquismo fetal, a forma como o feto reage a diversos estímulos (emoções maternas, intervenções orgânicas, etc...) com poucas semanas de vida e como estes registros podem interferir no comportamento da criança e mesmo no futuro adulto.

Apesar de tantas evidências sobre a manifestação da vida humana ainda dentro do útero, muitos grupos têm um forte interesse na promoção do homicídio fetal.

Recentemente em Portugal, o referendo pela legalização do aborto obteve 58% dos votos a favor, porém graças à abstenção de 56% dos eleitores, esta decisão foi impugnada. Mesmo assim o Primeiro – ministro José Sócrates anunciou que seu partido apresentará um projeto de lei para a legalização desta prática.

No Brasil, na última votação da Comissão de Seguridade Social e Família da Câmara dos Deputados, em 2006, por apenas um voto, não foi aprovado Projeto de Lei 1135/91, que juntamente com seu substitutivo legaliza o aborto até o 9º mês da gravidez. Certamente este assunto voltará a ser discutido no ano de 2007.

Se a sociedade civil se omitir neste momento, o projeto de lei será, indubitavelmente, aprovado, portanto iniciou-se um movimento de cidadania, suprapartidário e ecumênico, que luta pelo direito à vida desde a concepção.

O Movimento Nacional em Defesa da Vida, através de seu Comitê Estadual (SP) estará realizando no dia 24 de março de 2007, sábado, às 10h30, na Praça da Sé, em São Paulo, um ATO PÚBLICO EM DEFESA DA VIDA, com o intuito de promover uma mobilização da sociedade brasileira, para que possa firmar o seu posicionamento contrário à legalização do aborto.

Contamos com a sua divulgação e presença !!

Fonte: Ame-Br


Acesse o cartaz do evento e ajude a divulgar: Clique Aqui

Notícia Anterior | Posterior

Datas Importantes do Espiritismo

OUTUBRO

Dia 01 de 1923
Em 1923, em Buenos Aires, Argentina, fundação da revista La Idea, por Angel Scarnichia.
Dia 01 de 1946
Em 1946, desencarna em Belo Horizonte, Minas Gerais, Irma de Castro Rocha, conhecida no Movimento Espírita como Meimei. Nascida em Mateus Leme, Minas Gerais a 22 de outubro de 1922.
Dia 01 de 1990
Em 1990, Divaldo Pereira Franco concede entrevista de 10 minutos à TV MNE Portuguese, em Johannesburg, África.
Dia 01 de 1994
Em 1994, Divaldo Pereira Franco recebe o título de cidadão honorário de Ilhéus, Bahia.
Dia 01 de 2003
Em 2003, é criado o Momento em Casa, oferecendo a possibilidade de receber, aos que se cadastrem através do site do Momento Espírita, de segunda a sexta, de 3 a 4 textos, selecionados a partir dos transmitidos, na semana, através das Rádios, na Capital do Estado.
Dia 02 de 1860
Em 1860, nasce em Ayerbe, província de Huesca na Espanha, Angel Aguarod. Desencarna em Porto Alegre, Rio Grande do Sul, em 13 de novembro de 1932.
Dia 02 de 1870
Em 1870, nasce na cidade de Palmeira, PR, o professor José Nogueira dos Santos, que foi o sexto Presidente da Federação Espírita do Paraná. Desencarna em Curitiba, no dia 24 de julho de 1956.
Dia 02 de 1920
Em 1920, em Paraíba do Sul, Rio de ... Saiba mais...