Filme: Maria Magdalena

A série (1ª. temporada com 60 capítulos) está no Netflix. Espetacular produção biográfica de televisão mexicana produzida pela Sony Pictures Television e Dopamine. É um drama bíblico baseado na vida de Maria Madalena, e é estrelado por María Fernanda Yepes como personagem titular. A série foi escrita por Lina Uribe, Darío Vanegas e Jaqueline Vargas e teve a produção executiva de Daniel Ucros e Juan Pablo Posada.

Apesar das adaptações para cinema e destinada para exibições na TV, por ser uma série de capítulos (cada um com 45 minutos em média) e muitas inserções dispensáveis e de ficção, é uma belíssima e inspirada produção, que merece ser vista. Não poderia omitir-me na indicação da série para o leitor.

Os episódios envolvendo Jesus são magníficos, emocionantes. E mesmo as lutas da personagem principal tem muito a ensinar nas reflexões que promove, dada à resistência à opressão dominante da época. Apesar da violência e sensualidade de muitas cenas, seguir a saga do Mestre da Humanidade em diálogos bem consistentes é muito emocionante, especialmente nos episódios de curas, da tempestade acalmada, entre tantas. Desde a transformação da água em vinho, dos ensinos transmitidos e mesmo das dificuldades entre os discípulos e apóstolos traz ao coração sensações que precisam ser revividas. Afinal, as intrigas e mediocridades do momento atual do planeta não são diferentes da época em que Ele esteve conosco. Hábitos e costumes mudaram em abundância, mas ainda guardamos agressividade e nos deixamos seduzir por paixões variadas, que desequilibram a harmonia social. Todavia, o vigoroso convite do Mestre da Humanidade ecoa em nossos ouvidos como nunca. E a série
consegue reproduzir isso com muita competência.

Ainda não atingi duas dezenas de visualizações nos capítulos, mas a primeira dezena e meia já me sensibilizou para espalhar a divulgação da fabulosa série. Muito bem produzida, música linda e envolvente, personagens com interpretação impecável e especialmente os ensinos do Evangelho ali presentes me convencem a estimular o leitor: Veja a série! Não deixe de ver, vai te tocar o coração.

A Humanidade não tem outra alternativa. Ou seguimos a grandeza, bondade e presença do Cristo ou continuaremos patinando nos equívocos de nossas tumultuadas e apressadas interpretações e conflitos. Felizmente a inspirada produção convoca-nos novamente a uma nova postura diante dos desafios. Apesar de focar em Maria Madalena, o texto que gerou a série não tem como fugir da destacada e expressiva vida do Grande Personagem na vida da protagonista principal. Veja e deixe-se emocionar novamente com as divinas lições.


Por Orson Carrara


Acesse o cartaz do evento e ajude a divulgar: Clique Aqui

31/7/2019

A+ | A- | Notícia Anterior | Posterior

Datas Importantes do Espiritismo

SETEMBRO

Dia 01 de 1865
Nasce Leôncio Correia, em Paranaguá, Paraná. Foi Presidente da Liga Espírita do Brasil, depois Liga Espírita do Estado da Guanabara. Desencarna em 19 de junho de 1950, no Rio de Janeiro, Rio de Janeiro.
Dia 01 de 1873
Nasce Olímpio Alves Lisboa, em Guarapuava, Paraná. Foi Presidente da Federação Espírita do Paraná de 11.01.1920 a 09.01.1921 e de 08.01.1922 a 14.01.1923. Desencarna em Curitiba, em 13 de dezembro de 1941.
Dia 01 de 1875
Em Natal, Rio Grande do Norte, por Manoel Gomes da Silva, editado o primeiro jornal espírita do Rio Grande do Norte
Dia 02 de 1914
Desencarna Eugene Auguste Albert de Rochas, magnetizador e pesquisador dos fenômenos mediúnicos. Nasce em 20 de maio de 1837, em Saint-Firmin, Alpes, na França.
Dia 02 de 1982
Divaldo Pereira Franco realiza conferência na Universidade de Caxias do Sul, Rio Grande do Sul.
Dia 02 de 1984
Fundada a Sociedade Espírita Meimei, em Campo Mourão, Paraná.
Dia 03 de 1951
Em Goiânia, Goiás, fundada a Federação Espírita do Estado de Goiás.
Dia 03 de 1983
Divaldo Pereira Franco recebe Diploma da Federação de Estabelecimentos de Ensino Superior, em razão de sua conferência nas Faculdades Unidas de Bagé, Rio Grande do Sul.
Dia 03 de 1990
Div... Saiba mais...