Comentários

    O serviço e a diligência,
    Na inspiração da bondade,
    São as bases da alegria
    E os pais da prosperidade.

    Evita o rosto agradável
    De sorrisos escarninhos,
    Cuja boca vive cheia
    De pedras, cobras e espinhos.

    Quem muito estima a ironia,
    Ferindo e insultando a esmo,
    Acaba desrespeitado,
    No menosprezo a si mesmo.

    Escuta, calmo, os conselhos
    Dos irmãos mais exigentes.
    O dentista mais exímio
    Não trata dos próprios dentes.

    Em teu reconforto, ampara
    Quem segue na senda estreita.
    No mundo, às portas da festa,
    A provação vive à espreita.

    Não zombes de quem padece.
    Não te canses de ajudar.
    Sob as névoas do futuro,
    Vem teu dia de chorar.

    A nossa felicidade
    É qual milagrosa estrela...
    Brilha sempre ao nosso lado,
    Mas nunca sabemos vê-la.


    A+ | A- | Imprimir | Envie para um(a) amigo(a) | Mensagem Anterior | Posterior | Ouça o conteudo



    Acesse todas as Mensagens