A+ | A- | Imprimir | Ouça a MSG | Ant | Post

Qualquer de nós,

quando não desculpe agravos recebidos;

quando não se coloque no lugar do ofensor para sentir-lhe as tentações e justificar-lhe, de algum modo, as fraquezas;

quando não pronuncie sequer uma frase de tolerância para com as faltas alheias;

quando se disponha a louvar exclusivamente os amigos, sem ver as qualidades nobres dos adversários;

quando retribui vergastada por vergastada ou prejuízo por prejuízo;

quando conserve rancor ou ressentimento contra a pessoa de alguém;

quando não encontre motivos para o exercício da benevolência e da paz;quando critique ou injurie;

quando nada faça para desfazer incompreensões e aversões;

quando critique ou injurie;

qualquer de nós que adote semelhante comportamento está desconhecendo a própria natureza e tornando-se, com isso, mais profundamente suscetível à influência do mal, requisitando, em regime de urgência, o apoio da simpatia e o amparo da oração.


Por: Albino Teixeira, Do livro: Coragm, Médium: Francisco Cândido Xavier


Leia Também:

Pensamentos: por Meimei
Pensar: por André Luiz
Pensar por Nós: por André Luiz
Segundo Pensamos: por André Luiz
O Pensamento: por Manoel Philomeno de Miranda

Avalie Esssa MSG

1 Voto(s) 0 Voto(s)

Comentários