Montanha Acima

    Não reproves a dor que te reclama
    Ao trabalho do amor que aperfeiçoa,
    Não te esqueças da flor humilde e boa
    Que desabrocha no montão de lama.

    Chora, padece e crê... Espera e ama...
    E ainda mesmo na sombra que atraiçoa,
    Faze do bem a fúlgida coroa
    Do serviço a que o mundo te conclama.

    Não recues na jornada para a frente.
    Fira-te embora a lágrima pungente,
    Segue, montanha acima, calmo e forte!

    Para quem busca do Céu, a luz não tarda,
    Mas aquele que volta à retaguarda
    Recebe a estagnação, a treva e a morte.


    A+ | A- | Imprimir | Envie para um(a) amigo(a) | Mensagem Anterior | Posterior | Ouça o conteudo



    Acesse todas as Mensagens